Mantega: não disse que temos os 49 votos pela CPMF

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou, por meio de sua assessoria de imprensa, que tenha afirmado que o governo já conta com os 49 votos necessários para aprovar no Senado a emenda que prorroga a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). "O ministro esclarece que nunca afirmou que o governo já tem 49 votos para aprovar a CPMF", afirma o comunicado de sua assessoria. Sobre a reunião com senadores do PSDB na hora do almoço, o ministro da Fazenda afirmou que espera ter um bom diálogo e que as partes consigam avançar em um entendimento para votar o mais rápido possível a prorrogação do tributo. Ainda segundo a assessoria, ele acrescentou que na reunião do Conselho Político, apenas fez uma avaliação e manifestou a expectativa de que a emenda da CPMF fosse aprovada, "o que continua acreditando que acontecerá". Ontem, líderes do governo haviam afirmado que o ministro teria dito que o governo contava com os 49 votos necessários para a aprovação da CPMF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.