Mantega é hostilizado em almoço com a família em São Paulo

O ex-ministro estava almoçando no restaurante Trio, na Vila Olímpia, na zona Sul da capital paulista

Rachel Gamarski, O Estado de S. Paulo

28 de junho de 2015 | 21h18

O ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi novamente hostilizado enquanto almoçava com a família neste domingo, 28. O ex-ministro estava almoçando no restaurante Trio, na Vila Olímpia, na zona Sul de São Paulo, e clientes do estabelecimento chamaram o ministro de "ladrão e sem vergonha" aos gritos.

- Ladrão, palhaço, sem vergonha - disse um cliente do estabelecimento.

- Vocês acabaram com o País - completou aos berros enquanto Mantega se levantava.

Esta não é a primeira vez que Mantega passa por apuros desse tipo. Em fevereiro, o ex-ministro foi hostilizado no hospital Albert Einstein, também em São Paulo, ao lado de sua mulher.

Mantega foi ministro da Fazenda por oito anos entre os governos Lula e Dilma.

O ex-dirigente da Fazenda chegou a levantar quando os gritos começaram, mas pessoas próximas a Mantega informaram que ele não foi agredido fisicamente e que o ex-ministro não respondeu aos xingamentos. "Nesta semana, ele foi muito bem recebido em dois restaurantes, chegaram a pedir para tirar selfie com ele. O que aconteceu hoje foi um incidente", afirmou uma pessoa próxima a Mantega.

Tudo o que sabemos sobre:
Guido MantegaSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.