Mantega diz que será difícil cumprir meta de investimentos

O ministro do Planejamento, Guido Mantega, afirmou que não sabe se será possível cumprir a meta de investimentos prevista no Orçamento aprovado pelo Congresso Nacional, de R$ 12 bilhões para este ano. Na proposta orçamentária enviada pelo Poder Executivo, a projeção de investimentos era de R$ 7,8 bilhões, mas acabou sendo inflada para R$ 12 bilhões pelos parlamentares. Apesar de reconhecer a dificuldade de cumprimento da meta de investimentos, Mantega não confirmou se o governo fará um contingenciamento de R$ 4 bilhões. ?Não temos ainda uma posição sobre isso porque a receita (prevista no Orçamento) está sendo analisada?, disse o ministro ao deixar o Ministério da Fazenda, onde, segundo ele, esteve discutindo as estratégias que serão adotadas pelo governo este ano para reduzir as despesas de custeio da máquina administrativa federal. Mantega negou que tivesse discutido cortes no orçamento. Segundo o ministro, o decreto de programação financeira e orçamentária de 2004 só deverá ser divulgado pelo governo na próxima semana. Até lá, o governo terá que decidir se fará o contingenciamento ou não. Mantega minimizou o fato de que no orçamento aprovado pelo Congresso, a previsão de crescimento econômico para 2004 é de 4% e não de 3,5%, como oficialmente o governo prevê. ?Acertar isso é muito difícil mas não é muito diferente 3,5% de 4%?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.