Mantega diz que indicação de Denucci foi do PTB

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que a indicação do ex-presidente da Casa da Moeda Luiz Felipe Denucci para o cargo foi feita pelo PTB, que trouxe também outros nomes, recusados pelo governo. "Em 2008, o PTB fez indicações para presidência", afirmou. "Eles me trouxeram o currículo desse presidente da Casa da Moeda, que era adequado."

EDUARDO CUCOLO E CÉLIA FROUFE, Agência Estado

03 de fevereiro de 2012 | 13h28

Mantega disse que a indicação foi feita pelo líder do PTB na Câmara. "Eu não conhecia essa pessoa, nunca tinha visto antes", afirmou. O ministro falou ao chegar à sede do ministério, com o objetivo de esclarecer "pontos equivocados" publicados na imprensa sobre o assunto.

Segundo o ministro da Fazenda, Denucci tinha como missão modernizar a Casa da Moeda, na época em que houve troca do maquinário para fazer as novas cédulas do real. Nesse interim, disse ele, o deputado federal Jovair Arantes (PTB) manifestou o desejo de que se trocasse Denucci, pois ele não estava correspondendo às expectativas do partido.

"Eu falei que não podia fazer isso no meio de um trabalho que ele estava realizando. O procedimento demorou pelo menos dois anos. As novas cédulas são resultado desse trabalho", afirmou Mantega.

Tudo o que sabemos sobre:
DenucciMantega

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.