Manifestantes vão para o Congresso Nacional e gritam 'vamos invadir'

Grupo com cerca de 500 pessoas se deparou com bloqueio da Polícia Militar

Ricardo Della Coletta, Eduardo Bresciani e Eduardo Rodrigues, O Estado de S. Paulo

07 de setembro de 2013 | 11h21

BRASÍLIA - Um grupo de cerca de 500 manifestantes seguiu pelas pistas da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, onde ocorreu o desfile oficial do Dia da Independência, e próximo ao Congresso Nacional grita "vamos invadir" e "ei, soldado, você está do lado errado". Quando o grupo começou a se movimentar, foi interceptado pela Polícia Militar.

O bloqueio, de acordo com o coronel Edilson, ocorreu para que houvesse tempo suficiente de retirar as autoridades que assistiam ao desfile do local. Já a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, que estimou o total de participantes, justificou a ação alegando que os manifestantes não deixavam que suas mochilas fosse revistadas.

Vários movimentos compõem a manifestação. Eles pedem o fim da corrupção, a prisão de condenados no processo do mensalão, mais investimentos para a Saúde e Educação e o fim do voto secreto no parlamento, entre outros temas. Também faz parte da manifestação um grupo ligado à central sindical CTB, que levanta bandeiras, como a redução da jornada de trabalho.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.