Pedro Venceslau/Estadão
Pedro Venceslau/Estadão

Manifestantes pró-Lula protestam contra Moro em Porto Alegre

Juiz federal da Lava Jato que mandou prender o presidente na semana passada foi recebido por gritos de 'golpista', por um grupo de cerca de 35 manifestantes

Pedro Venceslau, enviado especial a Porto Alegre, O Estado de S.Paulo

10 Abril 2018 | 18h21

PORTO ALEGRE - O juiz federal da Lava Jato em Curitiba, Sérgio Moro, foi recebido por um protesto na entrada do Fórum da Liberdade, em Porto Alegre, nesta terça-feira, 10. O magistrado pediu a prisão do ex-presidente Lula, condenado na Lava Jato, na última quinta-feira.

++ Moro elogia Rosa Weber

++ Lava Jato em São Paulo quer investigar Alckmin sem foro

Cerca de 35 manifestantes seguravam cartazes “Lula Livre” e gritavam “golpista”, quando o magistrado chegou ao evento para sua segunda palestra do dia. Pela manhã, militantes da Frente Povo Sem Medo empunhavam uma faixa pedindo a liberdade do ex-presidente em frente ao prédio do Fórum, que aconteceu na PUC-RS. Alguns estudantes se juntaram ao grupo.

Durante a fala do juiz, no auditório da faculdade, ainda era possível ouvir os gritos dos manifestantes. 

Em sua fala, Moro exaltou ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que votaram contra a concessão do habeas corpus do ex-presidente na última quarta-feira. “O voto mais interessante foi o da Rosa Weber. É uma magistrada excepcional”, disse. As declarações são um dia antes da sessão do plenário da Corte, em que os ministros podem rever prisão após segunda instância.

++ 'Sempre estaremos ao seu lado, firmes na luta', dizem governadores em carta para Lula

Dentro do evento, Moro foi ovacionado pela plateia de cerca de 4 mil pessoas, segundo a organização. Algumas pessoas chegaram a usar uma camiseta com a cara do magistrado.

 

Mais conteúdo sobre:
Sérgio Moro Frente Povo Sem Medo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.