Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

Manifestantes pró-impeachment deixam a Câmara

Após oito dia algemados a uma coluna, grupo deixou o local para não ser retirado à força pela Polícia Legislativa

Daniel Carvalho, O Estado de S. Paulo

05 Novembro 2015 | 17h29

Brasília -  Manifestantes pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff deixaram o Salão Verde da Câmara na tarde desta quinta-feira, 05, pacificamente, depois de oito dias em que ficaram algemados a uma coluna. A saída se deu depois de negociação,  senão eles seriam retirados à força pela Polícia Legislativa.

O grupo se revezava no protesto pacífico, que só registrou um incidente, na tarde de ontem, quando manifestantes ligados ao PT tentaram rasgar uma faixa do movimento.

Diante de um grupo de policiais, os manifestantes resolveram sair sem confronto, cantando o hino nacional. Os manifestantes seguiram para o gramado em frente ao Congresso onde integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) estão acampados. Eles prometeram retornar no próximo dia 15, quando esperam que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), se manifeste a respeito do pedido de impeachment apresentado pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaina Paschoal.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.