Manifestantes planejam ato em frente à casa de Renan

Integrantes do movimento "Fora Renan" planejam acampar e fazer um panelaço em frente à residência oficial do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em Brasília, no dia 17. Eles fazem parte do mesmo grupo que no começo do ano fez um abaixo assinado para pedir o impeachment do parlamentar do comando da Casa. Dessa vez, o grupo voltará a pedir a renúncia do senador.

Agência Estado

02 de agosto de 2013 | 15h56

"Tragam suas barracas e panelas! Vamos fazer barulho", dizem os organizadores na página do evento #OcupaRenan, criada no Facebook nessa semana. Até o momento, 254 pessoas confirmaram presença no ato, que promete se estender até o dia 7 de setembro. O grupo pretende reunir dez mil pessoas.

Na página, os organizadores relembram inquéritos envolvendo Renan e pedem "ficha limpa" no Senado. A assessoria da presidência do Senado foi procurada, mas não comentou a manifestação. Em fevereiro, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, denunciou o senador pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documentos falsos e peculato. A investigação foi aberta depois do surgimento de suspeitas de que o senador tinha despesas pessoais pagas por um empresário.

Na ocasião, Renan evitou comentar o caso. Quando assumiu a presidência, prometeu reduzir gastos da Casa e dar transparência à gestão. Após os protestos ocorridos em junho, colocou na pauta projetos que, segundo ele, são uma resposta às manifestações, como o passe livre a estudantes e 10% da receita líquida do governo para saúde.

Tudo o que sabemos sobre:
ProtestosOcupaRenan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.