Manifestantes permanecem na Câmara Legislativa do DF

Os manifestantes que invadiram a Câmara Legislativa do Distrito Federal na última quarta-feira em protesto contra as denúncias de corrupção envolvendo o governador do Estado, José Roberto Arruda (DEM), permanecem no local e afirmam que não saem enquanto ele não renunciar ou se afastar do cargo. Cerca de 60 pessoas passaram a noite no prédio, de acordo com informações da Agência Brasil.

EQUIPE AE, Agencia Estado

06 de dezembro de 2009 | 14h49

O presidente interino da Câmara, Cabo Patrício (PT), declarou que pretende aguardar até amanhã para tomar uma decisão sobre o caso. O deputado disse esperar que o grupo deixe o local de forma pacífica e afirmou que não vai acionar a polícia a não ser que os manifestantes cometam excessos. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF) concedeu na última sexta-feira liminar que autoriza a reintegração de posse do plenário da Casa. As informações são da Agência Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.