Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Manifestantes pedem 'Fora, Temer' na Paulista

Grupo se concentra no vão do Masp com gritos a favor da renúncia de presidente

Valmar Hupsel, O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2017 | 22h15

Manifestantes ocupam neste nomento o vão em frente ao Masp e tomam uma pista da Avenida Paulista entoando gritos de "Fora, Temer" com pedido de renúncia do presidente da República e eleições diretas. O ato teve início logo após a revelação das denúncias de que o presidente Michel Temer teria participado na negociação para silenciar o deputado cassado Eduardo Cunha. Entre os manifestantes há bandeiras do PSOL e do Movimento Sem Terra (MST). "Não Acabou, tem que acabar. Eu quero o fim do governo Temer já ", gritam os manifestantes. O ato passou a interromper o fluxo de veículos em um dos sentidos da via, na altura do Masp.

"Conhecendo os grupos políticos em jogo não chega a ser nenhuma novidade. A revelação era só o que faltava. Não aceitamos que o Congresso nem a Cármen Lúcia (presidente do Supremo Tribunal Federal) assumam. Neste momento só é possível um governo eleito com o respaldo popular", disse Guilherme Boulos, o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Guilherme Boulos.    

A funcionária pública, Beatriz de Lima, 52 anos, disse que se dirigiu à Paulista logo depois do plantao da Rede Globo. "Esse cara tem que renunciar. Renúncia que dói menos, Temer", disse.                   

A Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo vão convocar uma manifestação nacional neste domingo, 21. Em São Paulo será às 15h, no MASP.

Presente ao ato na Paulista, o deputado Carlos Gianasi disse que, "mais do que nunca", a ppopulação brasileira deve ocupar as ruas para pedir a renúncia ou impeachment do presidente Temer e a convocação de eleição direta. "As denúncias de hoje só reforçam as denúncias que fazíamos há muito tempo, que Temer é o homem dos negócios de bastidores. Essa denúncia acaba de vez com o governo".

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.