Manifestantes muçulmanos destroem templos budistas em Bangladesh

Centenas de muçulmanos em Bangladesh queimaram pelo menos quatro templos budistas e 15 casas neste domingo, após reclamarem que um homem budista insultou o Islã, informaram a polícia e testemunhas.

Reuters

30 de setembro de 2012 | 09h45

Membros da minoria budista na área de Cox's Bazar, sudeste do país, disseram que os manifestantes não identificados prejudicaram relações pacíficas entre muçulmanos e budistas.

Muçulmanos foram às ruas na região para protestar contra o que disseram ser uma fotografia publicada na rede social Facebook, supostamente por um budista, que insultava o Islã.

O ministro do Interior, Mohiuddin Khan Alamgir, descreveu os ataques aos templos como uma "tentativa premeditada e deliberada" de interromper a harmonia.

Mais de 100 budistas fizeram um protesto silencioso na capital Dhaka na tarde de domingo (horário local) contra os ataques aos templos, de acordo com testemunhas.

(Por Nurul Islam)

Tudo o que sabemos sobre:
GERALBANGLADEHBUDISTAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.