Manifestantes marcham até casa do prefeito do Rio

Dezenas de manifestantes saíram, por volta de 16h10 deste sábado, em marcha até Gávea Pequena, residência oficial da Prefeitura do Rio, em ato contra remoções de comunidades pobres na cidade. O protesto foi marcado nas redes sociais, pelo Comitê Popular da Copa e da Olimpíada. A intenção dos organizadores do ato é fazer uma vigília em frente à casa do prefeito do Rio Eduardo Paes.

VINICIUS NEDER, Agência Estado

17 de agosto de 2013 | 17h37

O trajeto da marcha tem pouco mais de 2 km e interrompe o tráfego na pista no sentido Barra da Tijuca da Estrada de Furnas, no Alto da Boa Vista, bairro da zona norte. Participam da manifestação movimentos sociais, como o Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM) e representantes de associações de moradores de comunidades, como a Vila Autódromo, em Jacarepaguá, e Tubiacanga, na Ilha do Governador, perto do Aeroporto do Galeão.

Para os padrões do Rio, faz frio no local do protesto. No Alto da Boa Vista, historicamente, são registradas as temperaturas mais baixas no Rio. Em meio a um dos maiores remanescentes de Mata Atlântica em perímetro urbano do País, o bairro também está em área mais elevada em relação ao nível do mar - as estradas sinuosas do Alto da Boa Vista são frequentemente usadas pelos cariocas como atalhos para cortar caminho e fugir do trânsito da cidade. O ato deixa o trânsito lento na principal ligação entre a Tijuca, na zona norte, e a Barra, na zona oeste.

Tudo o que sabemos sobre:
Eduardo PaesRio de Janeiroprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.