Manifestantes invadem plenário da Câmara

O grupo de manifestantes que ocupava o Salão Verde da Câmara invadiu o plenário da Casa. No momento, ocorria uma sessão, mas com poucos parlamentares. A segurança da polícia legislativa tinha concentrado o efetivo na frente do gabinete da presidência, deixando vulnerável a entrada do plenário.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

20 Agosto 2013 | 18h29

Além dos manifestantes que defendem a PEC 300 (que estabelece um piso nacional para policiais militares e bombeiros), os manifestantes favoráveis e contrários ao texto do "Ato Médico" aproveitaram a situação e também entraram no plenário.O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), tenta convencer o grupo a deixar o local e marcar a votação da PEC 300, que não está na pauta de votação desta terça-feira, 20. Para às 19 horas está marcada sessão do Congresso, justamente no plenário da Câmara, para apreciação de vetos presidenciais a quatro projetos.

Pouco antes, manifestantes favoráveis à aprovação da PEC 300 fizeram um "apitaço" no Salão Verde. Embora o projeto não esteja na pauta de votação desta terça, os manifestantes pedem que a proposta seja discutida ainda nesta terça-feira. A segurança foi reforçada na entrada do gabinete da presidência da Casa e os principais acessos do prédio foram bloqueados ou tiveram a entrada restrita.

Mais conteúdo sobre:
invasão CâmaraPEC 300

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.