Manifestantes invadem audiência e xingam líderes governistas

Manifestantes invadiram o plenário onde se realiza a audiência pública da comissão especial da reforma da Previdência com representantes do Poder Judiciário. Os manifestantes fizeram agressões verbais às lideranças governistas presentes no plenário. As manifestações foram tão intensas que o presidente da comissão, Roberto Brant (PFL-MG), chegou a suspender a sessão para retomar o controle da situação. A tensão aumentou quando uma manifestante referiu-se especificamente ao vice-líder do governo, Professor Luizinho, atribuindo a ele a pecha de "Geddel do PT", em referência ao ex-líder do PMDB na Câmara, Geddel Vieira Lima. O professor Luizinho respondeu, acusando os manifestantes de terem sido pagos para comparecer à audiência pública. A audiência já foi retomada, mas, para evitar o acirramento dos ânimos, até o deputado petista radical, João Fontes (PT-PE), tomou a iniciativa de pedir calma aos servidores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.