Manifestantes fazem ato contra Sarney e Duque no RJ

Três caixas de pizza vazias foram deixadas no chão de mármore da entrada do prédio onde mora o senador Paulo Duque (PMDB-RJ), no Flamengo, zona sul do Rio, ao final de uma manifestação contra ele e o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que reuniu cerca de 120 pessoas, majoritariamente jovens estudantes. Cada embalagem tinha uma inscrição na tampa: "Fora Sarney", "Sai, bigode" e "Abaixo o coronel".

FELIPE WERNECK, Agencia Estado

22 de agosto de 2009 | 19h04

Com faixas, panelas, apitos e um carro de som, o grupo andou da estação de metrô do bairro até o local, onde ficou por uma hora e meia. O comando do 2.º Batalhão da PM mandou 8 policiais - 3 estavam armados de fuzis. Eles pediram aos manifestantes que não ocupassem a calçada do prédio do senador e que desligassem o carro de som. Foram atendidos. A maioria dos estudantes soube do protesto por conta de um site na internet. Eles combinavam nova manifestação para quinta-feira, na Cinelândia, e sábado, na Praia de Copacabana.

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoSarneyprotestoRJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.