Manifestantes exibem na PF faixas de apoio a Arruda

Para comerciante, governador foi pré-julgado: 'Brasília não merece Arruda. Ele é muito bom para Brasília', disse

Rafael Moraes Moura, Agência Estado

17 Fevereiro 2010 | 19h04

Cerca de trinta manifestantes pró Arruda fizeram na tarde desta quarta-feira, 17, no gramado da Superintendência da Polícia Federal, um manifesto silencioso que consistiu na exibição de faixas de apoio ao governador licenciado do Distrito Federal José Roberto Arruda.

 

Veja também: 

linkPlanalto descarta encontro de Lula e Paulo Octávio nesta quarta

linkManifestantes pedem intervenção no DF a Lula

linkSTF deve julgar habeas corpus de Arruda semana que vem

linkArruda deve receber visita de Paulo Octávio nesta quarta

 

Um das faixas exibia os dizeres: "Arruda, Brasília está chorando, está órfã". Em outra, os manifestantes escreveram uma frase utilizando a grafia errada da palavra defesa: "Brasília, cidade sem direito de defeza (sic). Estamos com você, Arruda".

 

Na opinião do comerciante Luciano farias, José Roberto Arruda foi prejulgado. "Em todas as leis do mundo você não é preso sem direito de defesa. Brasília não merece Arruda. Ele é muito bom para Brasília", disse.

 

No final da manhã desta quarta-feira, Arruda recebeu a visita da primeira-dama, Flávia Arruda, com quem ficou por cerca de 40 minutos em uma sala da PF. Ela levou o almoço ao governador licenciado. Arruda também recebeu hoje a visita de um dos advogados que integra sua equipe de defesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.