Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Manifestantes contra e a favor de Lula fazem atos na Avenida Paulista

Segundo informações da Polícia Militar, não houve confusão

Fabio Leite, O Estado de S.Paulo

23 Janeiro 2018 | 22h11

SÃO PAULO - Separados por apenas um quarteirão e em clima de provocação, manifestantes contra e a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniram na noite desta terça-feira, 23, em frente a dois prédios da Justiça Federal na Avenida Paulista, região central de São Paulo, para pressionarem os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) que julgarão o recurso do petista nesta quarta-feira, 24, em Porto Alegre. Segundo a Polícia Militar, não houve nenhuma confusão.

+++ Vem Pra Rua faz ato contra Lula em Copacabana

Com carro de som e uma enorme faixa verde amarela, o ato convocado pelo movimento Vem Pra Rua reuniu dezenas de pessoas em frente ao prédio do TRF-3 com cartazes pedindo "Lula na cadeia", camisetas do juiz federal Sergio Moro e gritos de "3 a 0", placar desejado pelo grupo no julgamento do recurso de Lula, o que tornaria mais difícil a candidatura do petistas nas eleição presidencial de outubro.

+++ Aqueles que vão votar devem se ater aos autos, não a convicções políticas, diz Lula

"Nós estamos apoiando a Justiça que está sendo atacada de todas as formas, principalmente pelos caciques do PT e pelos advogados de Lula. Amanhã é um dia muito importante em que vai se provar no Brasil que ninguém está acima da lei", afirmou Adelaide Oliveira, porta-voz do Vem Pra Rua, que teve início em 2014 com os protestos a pedindo o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

+++ Entenda como vai ser o julgamento de Lula no Tribunal da Lava Jato

A um quarteirão de distância, na esquina da Avenida Paulista com a Rua Peixoto Gomide, manifestantes de movimentos sociais de esquerda liderados pela Frente Brasil Popular fizeram uma vigília em frente ao prédio do fórum da Justiça Federal. "Essa vigília é para reafirmar que não tem provas conta o presidente Lula e que eleição sem Lula é fraude", disse o coordenador do ato, Raimundo Bomfim.

+++ Lula pode ser preso? Veja o dizem especialistas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.