Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Manifestante é preso antes de evento com Bolsonaro em confusão com apoiadores do Aliança

Homem que protestava contra presidente é detido pela PM após tumulto com partidários da sigla que Bolsonaro pretende criar

Ricardo Galhardo e André Italo, O Estado de S.Paulo

10 de janeiro de 2020 | 18h56

SANTOS – Um homem foi detido pela Policia Militar enquanto se manifestava com uma Constituição nas mãos na frente da Santa Casa de Misericórdia de Santos​, que recebe a visita do presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira, 9.

Pouco antes de ser preso, o homem havia sido expulso do local com violência por um grupo que carregava faixa e usava camisetas do Aliança pelo Brasil, partido que Bolsonaro pretende criar.

Depois da confusão, policiais colocaram uma viatura entre os partidários do Aliança e o manifestante. Na sequência, tiraram a Constituição das mãos do homem e o levaram em uma viatura. Os partidários do Aliança aplaudiram a ação da PM.

Na noite desta sexta-feira, Bolsonaro cumpre agenda em Santos, onde participa da inauguração do novo pronto socorro da Santa Casa. Na sequência, o presidente volta ao Guarujá, onde deve permanecer até a próxima terça-feira, 14.

Mais cedo, Bolsonaro almoçou com políticos da região, os deputados estaduais Caio França (PSB), filho do ex-governador Márcio França, e Tenente Coimbra (PSL), além dos prefeitos de Guarujá, Valter Suman (PSB), e de São Vicente, Pedro Gouvêa (MDB), que é cunhado de Márcio França. /COLABOROU LUCAS MELO, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.