Manifestação teve confronto em frente ao Congresso Nacional

Após a passagem pacífica de cerca de 45 mil pessoas pela Esplanada dos Ministérios em protestos contra o governo Dilma Rousseff, houve confronto entre um pequeno grupo de manifestantes e a Polícia Militar em frente ao Congresso Nacional. Ao menos uma mulher ficou ferida e três pessoas foram detidas pela polícia. O grupo, segundo a PM, tentou se aproximar do Palácio do Planalto, cujo acesso ficou bloqueado durante todo o domingo.

ANDRÉ BORGES E ANDRÉ DUSEK, Estadão Conteúdo

15 de março de 2015 | 20h17

Os manifestantes quebraram vidros das paradas de ônibus e reviraram as lixeiras da região. Em resposta, a PM usou balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo para dissuadir as ações do grupo da frente do Congresso. A cavalaria da PM foi destacada para conter parte do grupo. As vias de acesso à Esplanada foram novamente fechadas. Um contingente de 2 mil policiais e 200 viaturas para monitorar os protestos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.