Manifestação pró-Bolsonaro na Avenida Paulista acaba em prisão

Grupo de ativistas tentou impedir o ato a favor do deputado e a polícia formou fileiras para evitar confrontos

Estadão.com.br,

09 de abril de 2011 | 16h24

 

SÃO PAULO - Durante este sábado, 9, um grupo de pessoas se reuniu na Avenida Paulista para se manifestar em defesa do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), após suas declarações polêmicas em entrevista ao programa CQC da TV Bandeirantes. Cinquenta pessoas participaram do protesto, que foi organizado por grupo conhecido como "união nacionalista" e "carecas".

 

 

Cerca de 100 ativistas do movimento gay estudantil e do Sindicato dos Trabalhadores da USP tentou impedir a manifestação A polícia formou fileiras entre os dois grupos para evitar confrontos.

 

De acordo com a Polícia Militar, seis pessoas foram detidas e levadas para a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), suspeitas de envolvimento em vários crimes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.