Manifestação em BH já reúne 12 mil pessoas, diz PM; para organizador, 15 mil

A manifestação contra a corrupção na Praça da Liberdade, na capital mineira, já reúne 12 mil pessoas, segundo a Polícia Militar. Conforme o coronel Ricardo Machado, o ato segue tranquilo, sem nenhuma ocorrência grave. Na semana, a polícia havia dito que colocaria 15 mil pessoas do efetivo em Belo Horizonte, em esquema parecido com o que foi feito na Copa do mundo e das Confederações.

SUZANA INHESTA, CORRESPONDENTE, Estadão Conteúdo

15 de março de 2015 | 11h37

Para o coordenador do movimento Vem Pra Rua, Daniel Dayrell, há 15 mil pessoas no local. "Hoje marca o início da revolução no Brasil. As pessoas estão mais politizadas, vendo o que é correto. Queremos a depuração do que está acontecendo. Somos contra o impeachment, intervenção militar. Só queremos a apuração da corrupção e penalidade dos corruptos", declarou.

Há a intenção do grupo de descer para a Praça da Savassi, mas ainda sem confirmação. Dayrell disse que o ato se estenderá a tarde. Há gritos de "fora Dilma", "fora PT" e faixas pedindo auditoria no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Caixa Econômica Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
Belo HorizonteprotestosDilma Rousseff

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.