Mangabeira fala em divergência

O ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger, admitiu ontem que há divergências entre os militares sobre o Plano Estratégico de Defesa Nacional, que deve ser apresentado em dezembro, após três meses de adiamentos. Mas sustentou que a cúpula das Forças Armadas participou da elaboração das diretrizes e está entusiasmada. Ele disse esperar reações ao plano, mas afirmou que o debate será benéfico para o País se posicionar no cenário mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.