Mandela é hospitalizado na África do Sul por dores abdominais

O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela foi hospitalizado neste sábado em função de "queixas de longas dores abdominais", segundo informou o governo daquele país.

REUTERS

25 de fevereiro de 2012 | 09h47

Conforme comunicado, o ícone da luta antiapartheid, que tem 93 anos, precisará de tratamento médico especial, sem fornecer mais detalhes.

Um porta-voz do Congresso Nacional Africano (ANC, em inglês), entretanto, disse que a entrada de Mandela no hospital era prevista e que não envolveu nenhuma cirurgia.

Mandela, conhecido por ter saúde frágil, passou diversos dias no hospital Milpark de Johanesburgo pouco mais de um ano atrás, com problemas respiratórios.

Desde então, ele não tem aparecido em público, passando o tempo entre Johanesburgo e a aldeia de Qunu, no Cabo Oriental.

Primeiro presidente negro da África do Sul, Mandela ocupa uma posição central em um país que foi governado pela minoria branca de 10 por cento até as primeiras eleições interraciais, em 1994.

Sua última aparição pública foi no final da Copa do Mundo de futebol em 2010, quando acenou brevemente de um carrinho de golfe.

(Por Ed Cropley)

Tudo o que sabemos sobre:
GERALMANDELAHOSPITALIZADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.