Mandato de Marina Silva pertence ao PT, diz José Dirceu

Para ex-ministro, senadora foi eleita pela luta de dezenas de anos da esquerda

Rodrigo Alvares, estadao.com.br

12 de agosto de 2009 | 13h18

Apesar dos apelos de vários partidários pela permanência da senadora Marina Silva (AC) no PT, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu (SP) publicou texto no seu blog no qual alega que o partido deve ficar com o mandato dela, caso confirme sua filiação ao PV.

 

Veja Também

linkPT divulga carta pedindo que Marina continue no partido

linkCiro reitera intenção de se candidatar à Presidência

especialO horário eleitoral com Marina Silva como candidata

linkMarina e Suplicy podem assinar carta contra Sarney

linkMarina Silva faz Ciro rever planos para as eleições de 2010

linkGilberto Gil nega convite para posto de vice na chapa

 

De acordo com Dirceu, Marina era vista "como uma militante e liderança que ao lutar pela floresta, contrariava o progresso do Acre". Para ele, Marina foi eleita "pela luta de dezenas de anos da esquerda, de Chico Mendes; pelo apoio que recebeu de Jorge e Tião Viana e da militância do PT, já que a resistência dos madeireiros e daqueles que queriam avançar sobre a floresta e contra seus povos criou uma rejeição à sua candidatura mesmo entre o eleitorado popular".

 

Sobre o que deve acontecer com o mandato da senadora, o ex-deputado escreveu: "Marina foi eleita quando a realidade demonstrou que ela, Jorge Viana e o PT lutavam a favor daquele Estado e de seu povo. Assim, o seu mandato pertence ao povo do Acre e também ao PT e à militância petista que sempre esteve ao seu lado e a apoiou no Brasil inteiro".

Tudo o que sabemos sobre:
Marina SilvaJosé DirceuPTmandatoPV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.