Mandato de 5 anos é proposta errada e inoportuna, diz Serra

Proposta aumenta o mandato presidencial de quatro para cinco anos e extingue a reeleição

ANNE WARTH, Agencia Estado

09 de abril de 2008 | 19h32

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), disse nesta quarta-feira, 9, considerar "errada e inoportuna" a iniciativa do deputado federal Devanir Ribeiro (PT-SP), que pretende iniciar o recolhimento de assinaturas para apresentar ao Congresso uma proposta de emenda constitucional que aumenta o mandato presidencial de quatro para cinco anos e extingue a reeleição. A oposição avalia que trata-se do primeiro passo em direção ao terceiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.       Veja Também: Há suspeita sobre proposta de mandato de 5 anos, diz Aécio Lupi se diz contrário a 3º mandato e presta apoio a Aécio Proposta de petista abre brecha para 3º mandato de Lula"Eu acho (a iniciativa) errada e inoportuna. Errada no conteúdo e inoportuna no timing em que é apresentada. Só contribui para desestabilizar a política no País e para criar mais dificuldades. Não faz sentido", disse ele, após participar de encontro com alunos da escola estadual Waldemar Salgado, da cidade de Santa Branca. Eles irão representar o País em um concurso internacional de robótica, em Atlanta, Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.