Maluf ratifica sua candidatura com apoio de Ana Maria Braga

'Beijar boca de mulher bonita é fácil', disse o pré-candidato à prefeitura de SP, 'difícil é beijar boca de tigre'

Roberto Almeida, Agência Estado

21 de junho de 2008 | 12h02

O deputado Paulo Maluf (PP-SP) ratificou ao lado da apresentadora de TV Ana Maria Braga sua candidatura à Prefeitura de São Paulo na convenção do partido realizada neste sábado, 21, na Câmara Municipal. "Beijar boca de mulher bonita é fácil", disse o pré-candidato em sua discurso, complementado "difícil é beijar boca de tigre". Ao final da convenção Maluf explicou "você começa em terceiro lugar empatado e vai entrar para ganhar a eleição. Essa eleição é para beijar boca de tigre", reafirmou, fazendo referência às dificuldades da sua candidatura em função da força dos seus adversários nessa campanha.  Maluf estava acompanhado também do senador Francisco Dornelles (PP-RJ), presidente nacional do partido, que já havia decidido na última reunião da executiva nacional que Maluf seria o nome para disputar a prefeitura de São Paulo, descartando o deputado Celso Russomano, que disputava a posição. "O Maluf é o melhor nome para o nosso partido e tenho certeza do seu sucesso nessas eleições", disse Dornelles. Maluf confia que o patamar de 8% a 10% de intenções de voto, apontado pelas últimas pesquisas, deve subir até o dia da votação, 3 de outubro. "Meu tempo de televisão é longo porque eu tenho muito para mostrar. Tem candidato por aí, com todo o respeito, que não vai ter marqueteiro que consiga preencher o tempo de televisão", disse o pré-candidato.  A apresentadora de TV Ana Maria Braga permaneceu durante toda a convenção ao lado de Maluf e de seu marido, Marcelo Frisoni, pré-candidato a vereador pelo PP. Ana Maria, que já foi assessora de imprensa de Silvia Maluf, mulher do deputado, no começo dos anos 80, também discursou. "Quando eu digo, acorda menina (bordão do seu programa de TV) eu estou dizendo para que vocês acordem para seus direitos", afirmou. Ela, que se declara apolítica, disse ainda que tem muito a agradecer ao "doutor Paulo" e saudou o marido pelo esforço político.  O nome do vice de Maluf deve sair até o dia 30 de junho, depois das convenções dos demais partidos.

Tudo o que sabemos sobre:
Malufana maria bragaSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.