Maluf promete ajudar Alckmin a construir Rodoanel e Metrô

O candidato do PP à Prefeitura de São Paulo, Paulo Maluf prometeu hoje financiar 25% das obras do Rodoanel e do Metrô na capital. Depois de atacar a gestão da prefeita Marta Suplicy (PT), candidata à reeleição, argumentando que ela não cumpriu o compromisso de ajudar o governo estadual em ambas as obras, o candidato ainda anunciou um conjunto de 40 obras viárias que deverá apresentar na quinta-feira. Os projetos abrem a apresentação formal do plano de governo. Segundo Maluf, o plano será divulgado no prazo de 15 dias. O ex-prefeito voltou a responsabilizar a prefeita pela seqüência de mortes de moradores de rua no centro e afirmou que Marta, no máximo, cumpriu 20% das promessas que fez em 2000. ?Ela prometeu o Paulistão (Fura-fila), não cumpriu. Prometeu ajudar o governo do Estado com o Rodoanel, não cumpriu. Prometeu ajudar o governo a fazer a linha 4 do Metrô, não cumpriu?, disse Maluf. ?Ela diz na TV que dá o Leve Leite, mentira. Dá um saco plástico que quando fura cai tudo, os ratos comem. O Leve Leite era entregue numa lata de chapa estanhada, terminado o consumo, a lata servia para colocar feijão, arroz.? Legalização dos cassinos Maluf cancelou a palestra que faria à Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf) e convocou uma entrevista coletiva em seu escritório. Ele argumentou ter adiado a visita para gravar sua participação no horário eleitoral de amanhã e concluir a redação do plano de obras. Maluf disse que apresentará uma ?bomba? na TV, amanhã à noite. Ele ainda defendeu a legalização dos cassinos no País, mas negou que jogue e que teria movimentado US$ 1,8 milhão em cassinos americanos em 1987, 1988, 1991, 1997, 2000 e 2001, segundo reportagem publicada hoje no jornal Folha de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.