Maluf: PPB terá candidato próprio em 2002

O presidente nacional do PPB, Paulo Maluf, garante que o partido terá candidato próprio à Presidência da República em 2002. "Tem quadros muito importantes para isso", defendeu Maluf apontando em seguida nomes como o do governador de Santa Catarina, Espiridião Amin; o da mulher dele, Ângela Amin, que é prefeita de Florianópolis; dos ministros Pratini de Moraes (Agricultura) e Francisco Dorneles (Trabalho); além do nome do deputado federal Delfim Neto. Maluf está em Fortaleza, participando do II Encontro Nacional dos Presidentes Estaduais e Lideranças do PPB. Maluf defende a idéia de que, em 2002, o partido tenha candidatos próprios em todos os níveis. "Agora quem vai ser o candidato - ou a governador nos diversos estados ou à Presidência da República - eu acho que é um assunto que a gente deve discutir em 2002", esquivou-se.Ele preferiu também não emitir opinião quando perguntado se acha que Geraldo Alckmin, atual governador de São Paulo, será ou não seu principal adversário ao governo paulista. "Isso não está sendo discutido aqui no Ceará. No Ceará, nós estamos numa discussão nacional, sobre temas nacionais, sobre temas particulares de cada estado. São Paulo, em particular, não está sendo discutido aqui hoje".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.