Maluf gasta R$ 21 mil para pedir votos para Marta

Mesmo chamado de "nefasto" pela prefeita Marta Suplicy (PT), o ex-prefeito Paulo Maluf (PP) participou nesta quinta-feira de encontro com malufistas no Clube de Regatas Tietê, e manifestou apoio à petista. "Eu amo São Paulo e meu amor está acima de qualquer desavença política. Para a cidade, a melhor candidata é a candidata do presidente Lula. Porque, com a eleição dela, Lula fica com a responsabilidade de solucionar os problemas do município", explicou.Nenhum líder petista compareceu ao encontro. "Essa reunião é só malufista. Não convidei ninguém do PT", disse Maluf. Marta, que fez campanha nos bairros do Jaçanã e Tremembé, redutos do PP, afirmou desconhecer a iniciativa do ex-prefeito.Maluf foi ovacionado pelos cerca de 500 militantes presentes. Segundo partidários, líderes locais receberam R$ 200 para lotar 57 ônibus originários de todas as partes da cidade. O coordenador da campanha do ex-prefeito, Jesse Ribeiro, informou que o comitê de Maluf comprou 2 mil camisetas, imprimiu 300 mil panfletos e alugou os ônibus. O custo total foi de R$ 21 mil. Bandeiras e adesivos da campanha petista também eram distribuídos, mas, de acordo com o comitê central do PT, não foram cedidos ao PP.Marisa Alves Serrano foi ao clube para realizar o sonho de ser fotografada ao lado do ex-prefeito. Colou adesivo petista no braço e ganhou bandeira. "Eu vim aqui para ver o meu maravilhoso. Mas essa bandeira da Marta é forçar a barra", contou Marisa. Outros militantes fizeram questão de dizer a Maluf que acatariam sua escolha. "Eu voto na Marta porque você pediu. Senão, não votaria", comentavam.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.