Maluf é perguntado sobre idosos, mas fala de natalidade

O candidato Ciro Moura (PTC) perguntou ao concorrente Paulo Maluf (PP) qual o projeto do ex-prefeito de São Paulo para o idoso em São Paulo. Maluf não respondeu à pergunta diretamente e falou primeiro sobre a taxa de natalidade na cidade, no debate realizado nesta noite pela Rede Bandeirantes entre os candidatos a prefeito da capital paulista. Admitiu que os índices estão diminuindo, mas em compensação e "graças a deus", ressaltou que aumentou o poder de compra dos paulistanos. "A população está enriquecendo e comprando mais, mais geladeira. E você tem que dar qualidade de vida inclusive aos que você citou que envelhecem", disse. Maluf lembrou suas "grandes obras": "Eu fiz 20 mil Cingapuras, Avenidas como Faria Lima, Água Espraiada." E prometeu que o Leve Leite vai voltar a funcionar na cidade. "Na minha administração, espero ser eleito, a população vai julgar quem está com maiores condições de ser eleito, se é psicólogo, engenheiro ou anestesista", disse referindo-se à profissão dos adversários. Para Ciro Moura, o idoso merece programa. "Hoje ele é um abandonado, o serviço público é horroroso, tudo aquilo que se demanda do governo municipal, depende de uma figura que é o servidor público, mais que o funcionário. Farei revolução, no meu governo sua vida vai mudar pra melhor." Em réplica, Maluf disse que seu governo funcionou bem com o PAS. "O Ibope deu 92% de aprovação, e DataFolha 79%. E falou do idoso. O rico está assistido, mas o pobre fica nas filas, as TVs mostram centenas de filas, vou voltar para o atendimento médico gratuito para o idoso, vou voltar o PAS. Transporte coletivo melhores, corredores de ônibus melhor. Essa cidade vai conhecer o melhor prefeito."

AE, Agencia Estado

31 Julho 2008 | 22h58

Mais conteúdo sobre:
eleições SP São Paulo Paulo Maluf

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.