Maluf diz que vai municipalizar segurança pública

O candidato do PP à Prefeitura de São Paulo, Paulo Maluf (PP), prometeu, municipalizar a segurança pública, embora esta área seja de responsabilidade do governo estadual. Segundo o candidato, em uma cidade com mais de 200 mil habitantes, a responsabilidade da segurança pública deveria estar a cargo da Prefeitura, e a mudança na Constituição, segundo ele, não seria um grande problema. ?Eu li na Folha de São Paulo que compraram o Congresso para dar mais quatro anos ao presidente que passou. Eu acho que isso (a municipalização) é uma coisa que se pode defender, e de graça?, afirmou. Em mais uma noite de infidáveis promessas, deste vez feitas na Associação Comercial de São Paulo, Maluf comprometeu-se a resolver a questão dos camelôs irregulares, em meio a uma platéia de comerciantes. ?Eu tenho personalidade para solucionar isso sem brigas. Só dois prefeitos fizeram valer sua personalidade e a lei: Jânio Quadros e Paulo Maluf?, disse, sem esconder a falda modéstia. Durante o discurso prometeu finalizar as obras viárias de São Paulo e criticou a passagem subterrânea nas avenidas Cidade Jardim e Rebouças. ?Aquelas duas obrinhas são duas pinguelinhas?, ironizou. Também não poupou críticas à atual administração ?Ninguém exerce cargo de livre provimento sem pagar o dízimo?. Durante a manhã, o candidato fez uma visita breve ao comércio da Vila Alpina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.