Leo Martins/Estadão
Leo Martins/Estadão

'Maltratar quem preside a Câmara é caminho para o desastre', diz FHC

Tucano diz que 'presidente que não entende isso não governa e pode cair'

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

24 de março de 2019 | 22h09

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) publicou uma mensagem no Twitter em que faz alertas sobre a relação do presidente da República com o presidente da Câmara. Ele não cita Jair Bolsonaro, mas a publicação é feita num momento de rusgas entre o Planalto e o deputado Rodrigo Maia em torno da reforma da Presidência.

"Paradoxo brasileiro: os partidos são fracos, o Congresso é forte. Presidente que não entende isso não governa e pode cair; maltratar quem preside a Câmara é caminho para o desastre", escreveu FHC. "Precisamos de bom senso, reformas, emprego e decência. Presidente do país deve moderar não atiçar."

Bolsonaro tem sido criticado por Maia por causa da articulação política e, no sábado, disse a empresários chilenos que atritos acontecem no País porque muitos não querem largar a "velha política". Bolsonaro também alegou não saber por que Maia anda tão “agressivo” contra ele e declarou que perdoa o parlamentar fluminense, citando problemas pessoais do deputado — referência à prisão do ex-ministro Moreira Franco, padrasto de sua esposa. 

Neste domingo, o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo, se encontrou com Bolsonaro. Disse que não tratou diretamente sobre um possível encontro dele com Maia, mas que está trabalhando para a aproximação entre os poderes, após os últimos dias de crise entre as autoridades."Vamos caminhar para uma aproximação", afirmou.

No grupo do PSL do WhatsApp, porém, criticou a "velha política" e, depois, amenizou o tom para falar de Maia. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.