Malan e Fraga devem explicar acordo com FMI no Senado

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PSDB-RR), informou que deverá conversar com o ministro da Fazenda, Pedro Malan, para que este confirma sua ida ao Senado, com o presidente do Banco Central, Armínio Fraga, para dar explicações sobre o acordo fechado com o Fundo Monetário Internacional (FMI), no valor de US$ 30 bilhões. Jucá disse que vai avaliar com o ministro a conveniência de dar as informações aos parlamentares ainda antes da aprovação oficial do acordo pelo FMI, prevista para setembro. A data prevista para o depoimento de Malan e Fraga é 20 de agosto. Um requerimento para os dois comparecerem ao Senado já havia sido aprovada hoje, por consenso, na sessão do plenário do Senado, mas o comparecimento deles estava condicionado à aprovação do acordo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.