Mais uma sede do Incra é invadida por sem-terra

A sede do InstitutoNacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na capital paraense foi invadida por 120 trabalhadores rurais que exigem adocumentação definitiva da Fazenda Agrocasa, pertencente à Companhia Têxtil de Castanhal (CTC), localizada em SãoFrancisco do Pará, na região nordeste do Estado. "O superintendente do Incra, Roberto Faro, prometeu estudar a reivindicação dos agricultores e liberar cestas básicas para asfamílias. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Francisco do Pará, João Carlos Lima, explicou que o grupoquer ser assentado em três áreas improdutivas da região. O Incra chegou a fazer uma vistoria na área no começo demarço, mas até hoje não sabemos como está o andamento do processo?, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.