Mais um dia sem sessão na Câmara

Mais uma vez não houve sessão nesta sexta-feira, na Câmara, que serviria para contar prazo para os processos de cassação de parlamentares, envolvidos no esquema do mensalão. Desde a semana passada, o presidente da Câmara, Aldo Rebelo, montou um esquema de cotas no qual cada partido deveria garantir algumas presenças, proporcionalmente ao tamanho da bancada. Mas o esquema fracassou. Nas sessões de Segunda e sexta-feira não há votações e, portanto, não é exigida a presença do deputado.Hoje, às 9h30, horário limite para abrir a sessão, 49 deputados haviam registrado entrada na Câmara. O número exigido é de 51. Ao contrário das últimas segunda e sexta-feira. O presidente da Casa, Aldo Rebelo, estava hoje, na Câmara . Ele embarcará somente à tarde para João Pessoa (PB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.