Mais tropas de Taubaté vão para Salvador

A segunda parte da tropa de elite do 1º Comando de Aviação do Exército (Cavex), em Taubaté, deixou a base nesta sexta-feira, no começo da tarde, e seguiu para Salvador, onde vai reforçar o policiamento nas ruas, em função da greve da Polícia Militar.Os policiais foram em quatro helicópteros. Outros quatro chegaram nesta quinta-feira à capital baiana. O comando de helicópteros de Taubaté é a primeira unidade de aviação do Exército a receber treinamento especializado para enfrentar situações de emergência ou que ameacem a segurança nacional.A movimentação no 1º Cavex começou nesta quinta-feira à tarde, quando foram para a Bahia quatro helicópteros Pantera, de transporte de tropas e parte da guarnição da unidade.Nesta sexta-feira, por volta das 13 horas, saíram outros quatro helicópteros Esquilo, de ataque ao solo, fortemente armados, com o restante da tropa designada para a missão.O número de militares envolvidos na operação não foi revelado pelo Exército, mas nesta sexta a base estava praticamente vazia, funcionando apenas com as unidades de manutenção.O 1º Cavex tem efetivo de 2.000 militares e está dividido em três esquadrões operacionais e um de apoio logístico.Cada um deles tem 15 helicópteros, Pantera ou Esquilo, de fabricação francesa e montados em Itajubá, MG. A tripulação dos helicópteros é formada por dois pilotos e um mecânico.O comando tem outra unidade em Manaus, com treinamento especializado em guerra e operações de salvamento na selva.O 1º Cavex foi criado há 15 anos, com o nome de lº Bavex (Batalhão de Aviação do Exército).Tropa de elite do Exército, atua também em parceria com a Brigada de Pára-quedistas do Exército e com a Força Aérea Brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.