Mais três regiões em alerta por alta concentração de ozônio

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente manteve nesta tarde o estado de atenção declarado ontem no Ibirapuera por alta concentração de ozônio. Foi a quarta vez desde domingo. As regiões de Santo André-Capuava, São Miguel Paulista e Mauá também entraram em estado de alerta pelo mesmo poluente.A Cetesb recomenda que se evite a prática de exercícios físicos durante o período das 13h às 16h, horário de maior insolação e formação do ozônio, poluente desenvolvido a partir da queima ou da evaporação dos combustíveis na atmosfera, sob a luz do sol.As condições meteorológicas permanecem desfavoráveis amanhã para a dispersão dos poluentes.Nas estações da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) em Santana, Mooca e Diadema, o ar esteve inadequado, ainda por ozônio, mas em menor quantidade.Em Osasco, a poluição foi causada por material particulado: poeira, fuligem, etc. O ar esteve regular nas demais estações da Cetesb na Grande São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.