Mais três parlamentares serão investigados pela CPI dos Sanguessugas

O presidente da CPI dos Sanguessugas, deputado Antonio Carlos Biscaia, anunciara nesta terça-feira, 29, que notificaria neste mesmo dia os deputados Philemon Rodrigues (PTB-PB), Salvador Zimbaldi (PSB-SP) e o senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT), que serão investigados pela CPI. A decisão de Biscaia é conseqüência do exame das provas apresentadas pelo empresário Luiz Antonio Vedoin.Biscaia informou também que deverá ser votado na próxima reunião da comissão, marcada para terça-feira, 05, requerimento para quebra de sigilo bancário, fiscal e telefônico da suposta lobista da Planam no Congresso, Cristianne Mayrink Sampaio Silva Neto. Segundo informou a Agência Câmara, a declaração foi feita após reunião entre Biscaia, o deputado Raul Jungmann (vice-presidente da comissão) e o sub-relator da CPI, deputado Fernando Gabeira.ExcluídosMais cedo, Antonio Carlos Biscaia disse que não havia elementos para incluir os nomes dos deputados Ciro Nogueira (PP-PI), José Múcio Monteiro (PTB-PE), Ricardo Izar (PTB-SP) e Luiz Piauhylino (PDT-PE). Os quatro foram citados pelo empresário Luiz Antônio Trevisan Vedoin à revista Época."A entrevista não acrescentou nada. Por ora, o caso está encerrado", afirmou Biscaia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.