Mais Médicos é emergencial, diz professora da FGV

A professora e coordenadora do mestrado profissional em gestão e políticas públicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Regina Pacheco, disse nesta terça-feira no "Fórum Estadão - Os caminhos para o Brasil de 2022" que o Programa Mais Médicos do governo federal não é uma solução para sempre. De acordo com ela, o Mais Médicos é um programa emergencial.

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS E GABRIELA VIEIRA, Estadão Conteúdo

23 de setembro de 2014 | 13h05

Para Regina Pacheco, que durante o Fórum Estadão falou sobre "um Estado mais eficiente, transparente, profissional, e com accountability", além de não representar uma solução efetiva para o problema da saúde, o Mais Médicos cria um problema de ordem trabalhista. Isso porque o programa é incompatível com o plano de carreira pública dos médicos brasileiros.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórum EstadãoMais Médicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.