Mais dois sem-terra são assassinados em Pernambuco

Os irmãos Dilson Rufino da Rocha , 36 anos e Francisco Manoel de Lima 28, integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem-terra (MST), foram assassinados na madrugada de hoje no sítio Bebedouro na casa da mãe deles, em Passira, agreste Pernambucano. Em menos de 24 horas são três os sem-terra mortos em Pernambuco.Ontem, Josuel Fernandes da Silva que morreu depois de ter sido baleado no abdome, em Engenho Manguinhos, no litoral sul. O delegado de Passira, Marcelo Almeida Guerra, instaurou inquérito policial e de acordo com relato das testemunhas incluindo a mãe Maria Ivone dos Santos, três homens encapuzados entraram na casa dela e matando dois dos seus filhos, a bala.Uma das linhas de investigação do delegado, é de vingança envolvendo conflito de terra. Os dois irmãos mortos foram testemunhas em um outro inquérito policial que investiga posse ilegal de arma e um tiroteio ocorrido durante uma tentativa de ocupação da fazenda Recreio, no município. Em São José da Coroa Grande são esperados integrantes do MST de várias regiões do Estado para o enterro do corpo de Josuel. A expectativa é de que haja algum tipo de manifestação no Engenho Manguinhos onde o rapaz foi morto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.