Mais disposto, papa beatifica mais cinco pessoas

O papa João Paulo II, que jáconsagrou mais santos do que seus cinco antecessores juntos,colocou outras cinco pessoas no caminho da santidade hoje,em cerimônia na Praça de São Pedro. Entre os novos beatificadoshá dois espanhóis, um italiano, um belga e uma francesa, todosnascidos nos séculos 18 e 19. A beatificação é o último passoantes da canonização, em que se declara a santidade. Para isso,um segundo milagre precisa ser confirmado. Após um período de saúde precária, que o impediu de ler ahomilia na beatificação de madre Teresa de Calcutá, no mêspassado, o pontífice, de 83 anos, presidiu a cerimônia em vozalta e clara. Chegou, inclusive, a ajoelhar-se para rezar - oque não fazia há algum tempo -, e passeou com o papamóvel ao fimdo evento. João Paulo II já nomeou 477 santos e santas e beatificou 1.320pessoas. Os abençoados de hoje foram os espanhóis Juan Nepomuceno Zegri e Bonifacia Rodriguez Castro, o belga Valentin Paquay, afrancesa Rosalie Rendu e o italiano Luigi Maria Monti.Zegri, nascido em Granada, era sacerdote e fundador de umacongregação religiosa. Morreu em 1905. Bonifacia, morta no mesmoano, fundou uma congregação para proteger trabalhadoras humildesde sua comunidade. Paquay, outro sacerdote, pregava entre ospobres e também morreu em 1905. Rosalie foi abençoada por seutrabalho entre 1786 e 1856, período em que sua família protegeusacerdotes durante a Revolução Francesa. O italiano Monti viveuentre 1825 e 1900 e foi fundador da ordem religiosa dos Filhosda Imaculada Conceição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.