Mais de 500 mil brasileiros têm direitos políticos suspensos

Levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revela que 503.002 brasileiros estão com os direitos políticos suspensos. A maior parte - 376.949 - por força de condenação criminal. Outros motivos que levam à suspensão dos direitos políticos, segundo o TSE, são os conscritos (72.627 que estão prestando o serviço militar), os absolutamente incapazes (42.401), os condenados por improbidade administrativa (972), os que exercem os direitos políticos em Portugal (296) e aqueles que se recusaram a cumprir o serviço militar(176). Ainda há outros 9.581 brasileiros na mesma situação, mas o cadastro não distingue as causas de suspensão, porque foram registrados quando só era possível fazer o registro genérico da suspensão. Com os direitos políticos suspensos, o cidadão não pode votar nem ser votado, de acordo com informação do TSE.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.