Mais de 350 mil podem perder título eleitoral em SP

Mais de 350 mil pessoas podem ter o título de eleitor cancelado no Estado de São Paulo. São os eleitores que estão em situação irregular por não terem votado nas últimas três eleições. As pessoas têm prazo até o dia 8 de maio para procurar um cartório eleitoral e regularizar a situação. Para isso, elas deverão levar a carteira de identidade, o título eleitoral e os últimos comprovantes de votação que tiverem. Os que não votaram terão de pagar uma taxa nas casas lotéricas ou nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF). O valor da taxa é de R$ 3,50 por turno no qual o eleitor deixou de votar. A Justiça Eleitoral lembra que as pessoas que não votaram são impedidas, entre outras coisas, de participar de concursos públicos ou tirar passaportes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.