Delamonica-Futurapress/Estadão
Delamonica-Futurapress/Estadão

Mais de 15 órgãos estão envolvidos em busca, diz capitão

Ao todo 16 áreas foram interditadas para as buscas e perícia

WLADIMIR DANDRADE, Estadão Conteúdo

13 de agosto de 2014 | 21h57

O porta-voz do Corpo de Bombeiros, capitão Marcos Palumbo, disse que profissionais de 15 órgãos estão envolvido nas buscas no local da queda da aeronave que transportava o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos. Ele informou também que os bombeiros ainda realizam buscas visuais por restos de corpos das vítimas.

O capitão explicou que pela natureza dos acidentes aéreos os corpos ficam espalhados, o que dificulta a busca. "O corpo do ser humano não suporta a violência de um acidente aéreo", disse. "Temos que vasculhar uma área grande", completou. Mais cedo o delegado da Polícia Civil e diretor da Deinter-6, Aldo Galiano, afirmou que 16 áreas foram interditadas para as buscas e perícia. Os trabalhos das equipes prosseguem no local e devem avançar pela noite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.