Maioria dos parlamentares é de homens de meia-idade

Média de idade é de 51 anos; mesmo com renovação, política congressual continua sendo uma atividade predominantemente masculina

Daniel Bramatti, O Estado de S. Paulo

02 Fevereiro 2015 | 11h52

Perfil do Congresso mantém-se inalterado há três eleições: maior parte dos congressistas é do sexo masculino e idade média é 51 anos. Entre as poucas mudanças está o aumento no número de solteiros. Mesmo com altas taxas de renovação a cada disputa eleitoral, o perfil da Câmara e do Senado pouco muda. 

A escolaridade dos eleitos tampouco tem sofrido alterações drásticas - a proporção dos que têm curso superior gira em torno dos 80% tanto na Câmara quanto no Senado.

A única mudança significativa, nas duas Casas Legislativas, é a redução dos casados e o aumento dos solteiros. Na Câmara, a proporção de solteiros dobrou desde 1998. No Senado, eles não ocupavam nenhuma vaga há 16 anos, mas conquistaram cinco cadeiras em 2014.

A política congressual continua sendo uma atividade predominantemente masculina. A participação das mulheres na Câmara teve um leve aumento entre os deputados, mas caiu entre os senadores. 

Veja no quadro abaixo o perfil dos parlamentares eleitos desde 1998 ou clique aqui para ver infográfico ampliado.

 

Mais conteúdo sobre:
Congresso Câmara dos Deputados Senado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.