Maior parte de esquema de segurança do Pan fica no Rio, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula daSilva afirmou nesta segunda-feira que todo o investimento feitopara a organização dos Jogos Pan-Americanos valeu a pena e quegrande parte do aparato de segurança disponibilizado para acompetição deve permanecer no Rio de Janeiro. O governo federal investiu mais de 560 milhões de reaissomente com segurança do Pan. "A idéia é que de tudo que foi montado no âmbito dasegurança pública no Rio de Janeiro, a começar pelainteligência, a começar pelos aviões, a começar pelos carros,ou seja, 75 por cento disso tudo vai ficar no Rio de Janeiro",disse Lula em seu programa semanal de rádio "Café com oPresidente". Ele afirmou também que o sucesso do evento credencia oBrasil para sediar uma Copa do Mundo e uma Olimpíada. O Pan terminou neste domingo, com 161 medalhas para adelegação brasileira, um número recorde. Foram 54 medalhas deouro, 40 de prata e 67 de bronze. Para Lula, o país ainda precisa evoluir muito nofinanciamento de atletas e na realização de novos eventosinternacionais, mas essas bases foram lançadas com o Pan. "Valeu a pena gastar o dinheiro que tinha que gastar...para que a gente pudesse mostrar ao mundo a capacidade que oBrasil tem de realizar uns jogos dessa magnitude", afirmou. Ainda de acordo com Lula, as instalações esportivasconstruídas na cidade devem ser bem administradas para que nãosó atletas atletas profissionais, mas também a comunidade,possam desfrutá-las "de domingo a domingo". (Por Henrique Melhado Barbosa)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.