Maia se considera em situação confortável para pleito

O deputado federal Marco Maia (PT) manifestou hoje convicção de que será eleito presidente da Câmara no dia 2 de fevereiro. Ele participou hoje do seminário O Brasil que Saiu das Urnas, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. "Seria hipocrisia minha não dizer que nós temos uma situação muito confortável com apoio majoritário dos partidos, de todas as lideranças, de todos os governadores", comentou, em breve conversa com jornalistas.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

21 de janeiro de 2011 | 19h19

Maia destacou que sua candidatura é tão bem recebida que os atos de apoio têm reunido até adversários políticos históricos, como Jaques Wagner e ACM Neto na Bahia. Adiantou, ainda, que visitará os governadores dos Estados do Sudeste na semana que vem. Apesar do otimismo, o deputado gaúcho admitiu que a vitória não está garantida. "Temos a tranquilidade de transitar bem em todos os Estados, mas os votos têm que ser conquistados um a um até o dia da eleição".

Tudo o que sabemos sobre:
presidênciaCâmaraMarco Maia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.