Maia propõe comissão de estudos para financiar Saúde

Depois de se reunir com 14 governadores, o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), decidiu criar uma comissão para estudar novas fontes de financiamento para a Saúde. Segundo ele, esse grupo ficará encarregado de elaborar um projeto de lei que estabeleça recursos exclusivos para o setor.

EUGÊNIA LOPES E DENISE MADUEÑO, Agência Estado

21 Setembro 2011 | 16h26

"Todos os governadores foram firmes e categóricos na necessidade de busca de novas fontes de financiamento para a Saúde. Não há, no entanto, acordo para a criação de um novo imposto nos moldes da extinta CPMF", disse Maia.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), defendeu a criação da comissão, que irá estudar fontes alternativas para suprir a necessidade verbas para o setor.

Alguns governadores foram enfáticos ao defender a necessidade de criar um tributo para financiar a Saúde. Os petistas Jacques Wagner e Marcelo Déda, de Sergipe, por exemplo, foram favoráveis. Outros, como a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), foram contra. "Não há consenso quanto à criação de um novo tributo", resumiu Casagrande.

Mais conteúdo sobre:
Emenda 29votaçãoMarco Maia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.