Maia 'muda' corregedoria da Mesa para proteger deputado

Em um ato de força, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), mudou as atribuições dos membros da Mesa, retirando a função de corregedor do segundo vice-presidente. A alteração tem o objetivo direto de permitir que o deputado Fábio Faria (PSD-RN) assuma o cargo sem constrangimentos políticos. O parlamentar é o nome a ser indicado pelo PSD para a segunda vice, mas já foi acusado de irregularidades no uso de verba indenizatória.

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

01 de fevereiro de 2013 | 14h37

Em 2009, quando ainda era do PMN, Fábio Faria devolveu dinheiro à Câmara depois que o site Congresso em Foco revelou que ele havia desviado recursos de sua cota destinada ao exercício parlamentar para atividades privadas. O deputado usou passagens de sua cota da Câmara para levar atores de TV ao seu camarote no carnaval fora de época em Natal. Além disso, o deputado também tinha utilizado dinheiro de verba pública para bancar viagens de sua ex-namorada Adriane Galisteu.

A decisão de Marco Maia foi tomada nesta sexta-feira de forma monocrática, depois que os integrantes da Mesa, reunida na quinta-feira não concordaram com a mudança. Maia transferiu a corregedoria da Câmara para a Terceira Secretaria, que deverá ser ocupada pelo PP ou pelo PR. O ato de Maia deverá ser submetido à próxima Mesa da Câmara para ser validado.

Cabe à corregedoria apurar denúncias contra os parlamentares, elaborar pedidos de cassação em caso de falta de decoro e encaminhá-los ao Conselho de Ética da Casa, após aprovação da Mesa.

Tudo o que sabemos sobre:
CÂMARACARGOSMUDANÇA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.