Maia critica proposta de controle de constitucionalidade

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), criticou a proposta do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, de se instituir um controle prévio de constitucionalidade, a ser feito pelo tribunal antes da sanção de projetos. Maia disse querer conversar com Peluso, mas já atacou a ideia.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

29 de março de 2011 | 12h45

"Acho que tem uma certa intempestividade nessa afirmação dele. Nós temos na Câmara uma Comissão de Constituição e Justiça que tem a responsabilidade de discutir a constitucionalidade dos projetos, o que fazemos com zelo e transparência. Não me parece necessário uma consulta prévia", disse Maia.

O presidente da Câmara destacou que a proposta de Peluso se dirige ao Executivo, uma vez que a análise seria realizada antes da sanção presidencial. Mas ele já aconselhou a presidente Dilma Rousseff a rejeitar a "ajuda" do STF. "Eu, se fosse presidente da República, não topava. Mas isso cabe à Presidência, em um diálogo com o STF. Eu não acho que caiba à presidente da República consultar a ninguém sobre o que vai sancionar", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.